Contribuição Sindical Patronal – GRCSU

“FORTALEÇA A CLASSE PATRONAL!”

Fique atento, o pagamento da Contribuição Sindical Patronal deve ser efetivado até o dia 31 de janeiro de cada ano. A Contribuição Sindical está prevista nos artigos 578- 591 da CLT.

A Guia de Recolhimento da Contribuição Sindical Patronal – GRCSU é um Tributo Federal obrigatório, compulsório, com finalidade específica e com previsão no artigo 580 da CLT, itens II e III, parágrafos 1º ao 5º. Deve ser pago por todas as entidades/empresas que participam de uma determinada categoria econômica independentemente de serem ou não associados/filiados a um sindicato (art. 8°, IV, CF). A GRCSU é calculada sobre o capital social registrado nas Juntas Comerciais ou pelo movimento econômico do ano anterior, o que não se relaciona em nada com o número de funcionários. O enquadramento sindical é baseado no objeto social descrito no contrato social ou estatuto social da empresa/entidade e conforme descrição no CNPJ da Secretaria da Receita Federal.

O prazo para recolhimento da Contribuição Sindical Patronal é até o dia 31 de janeiro de cada ano. As entidades/empresas estabelecidas após o mês de janeiro pagam a contribuição no mês em que requerem às repartições o registro ou a licença para o exercício da respectiva atividade.

Anualmente, no início do mês de janeiro, o SECRASO emite a GRCSU para todas as entidades/empresas que estão cadastradas em seu banco de dados, via correio. Orientamos para que esta guia não seja emitida através do portal da Caixa Econômica Federal (CEF), pois o repasse das informações não ocorre adequadamente.

A Contribuição Sindical Patronal fortalece o sistema sindical e as conquistas da categoria representada pelo SECRASO, proporcionando às entidades/empresas a manutenção dos serviços prestados. É a garantia da participação ativa nos rumos o qual o SECRASO pretende seguir, fortalecendo-o em todos os seus aspectos, através de amplo apoio e defesa permanente de seus interesses. A Contribuição retorna para a empresa/entidade em forma de benefícios, pois garante a continuidade dos trabalhos que são oferecidos pelos Sindicatos.

O MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO – MTE requer às Federações e Sindicatos orientar os seus contribuintes quanto à obrigatoriedade do recolhimento da GRCSU. O SECRASO, como representante Patronal, tem o dever e a obrigação de informar e alertar quanto ao devido pagamento deste Tributo Federal. Além disso, a Contribuição Sindical Patronal é distribuída, na forma da lei, aos sindicatos, federações, confederações e MTE (art. 589 da CLT), sendo que a quantia de 20% (vinte por cento) destinada aquele órgão na “Conta Especial Emprego e Salário” é direcionada, especificadamente, em favor do Fundo de Amparo ao Trabalhador – FAT.

Maiores informações pelo fone: (41) 3324-2158 ou ainda por E-mail: adm@secrasopr.com.br



TABELAS DA CONTRIBUIÇÃO SINDICAL URBANA (GRCSU)

EXERCÍCIO 2011

EXERCÍCIO 2012

EXERCÍCIO 2013

EXERCÍCIO 2014

EXERCÍCIO 2015

EXERCÍCIO 2016

EXERCÍCIO 2017